Diferentes Interpretações

Bettina Speckner é uma joalheira alemã que estudou com Otto Künzli e Hermann Jünger na Academia de Belas Artes de Munique.

Grande parte de seu trabalho incorpora pequenos retratos fotográficos vitorianos, além de fotografias que ela mesma tira de animais e paisagens.

Normalmente, Speckner usa fotografias únicas tiradas nos EUA, nas décadas de 1860 e 1870, de pessoas desconhecidas que constantemente a fascinam. Segundo ela, as pessoas retratadas são sempre novas, diferentes, peculiares e contam segredos e histórias variadas a cada imagem.

Embora os retratos não tenham qualquer valor nostálgico, o trabalho de Bettina é impregnado de um ar de melancolia.

Suas joias são feitas com habilidade e domínio das técnicas tradicionais e com atenção aos detalhes, tanto na frente quanto atrás das peças. Ela usa pérolas, corais, diamantes e pedras coloridas com a intenção de que as imagens transmitam uma sensação de atemporalidade.

Speckner é conhecida por criar narrativas inovadoras, porém melancólicas, que desafiam nossa percepção, tornando seu trabalho altamente contemporâneo e instigante, deliberadamente aberto a diferentes interpretações.

Assine nossa newsletter